É preciso resistir ao que pode ser o FIM DO IPREV-SC!

postado em: NOTÍCIAS | 0

O Fórum Catarinense de Defesa do Serviço Público e a Frente Parlamentar em Defesa do Serviço Público da Alesc chamam todas, todos e todes para a mobilização que vai aprovar a revogação dos 14% até o teto do INSS e impedir que o PLC 31/2023 do governador Jorginho Mello (PL) destrua as aposentadorias de quem dedica e dedicou décadas de trabalho ao serviço público estadual.

No dia 5 de dezembro, dirigentes e militantes voltam a acompanhar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alesc que pode apreciar e votar a proposta de Jorginho Mello, mas também porque a deputada Paulinha já distribui o Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) por meio do qual quase 100 mil catarinenses pedem a revogação dos 14% até o teto do INSS.

No dia 7 de dezembro, uma planária virtual vai tirar todas as suas dúvidas sobre os três projetos que tratam da contribuição dos 14% atualmente tramitando na Alesc e explicar como a “segregação de massas” de Jorginho pode prejudicar o pagamento de aposentados, aposentadas e pensionistas do Iprev-SC.

Já no dia 12 de dezembro, os sindicatos reunidos no Fórum Catarinense convocam quase 140 mil trabalhadoras e trabalhadores dos serviços públicos estaduais para um grande ato em frente à Alesc pela revogação dos 14% até o teto do INSS e contra a segregação de massas de Jorginho Mello. Participe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte + 6 =