Destino da Previdência do Estado de SC será decidido nas próximas duas semanas

postado em: NOTÍCIAS | 0

Cerca de mil trabalhadoras e trabalhadores dos serviços públicos do Estado estiveram na @Alesc nesta terça, 5 de dezembro, para fortalecer a luta pela revogação do confisco dos 14% e convencer parlamentares a rejeitarem a “segregação de massas” de Jorginho Mello.

No final da manhã e início da tarde, as delegações que vieram de todas as regiões do Estado se dividiram em comissões de centenas de pessoas para visitar os gabinetes de cada deputada e cada deputado alertando sobre o aumento do déficit da previdência que pode ser causado pela “segregação”, mas também defendendo a revogação dos 14% até o teto do INSS.

A próxima grande manifestação das categorias do setor será no dia 12 de dezembro a partir das 10h da manhã, em frente à Alesc. A expectativa é que o Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP), que conta com o apoio de mais de 85 mil catarinenses, já seja apreciado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze + 6 =