Fetram-SC apoia a greve dos servidores públicos municipais de Balneário Barra do Sul

postado em: NOTÍCIAS | 0

A categoria entrou em greve nesta quarta-feira, 11, pelo pagamento do piso do magistério na carreira

A presidente da Fetram-SC, Sueli Adriano, está em Balneário Barra do Sul nesta quinta-feira, 13, representando a Federação para expressar seu apoio à greve dos servidores municipais do magistério, que deflagraram greve nesta quarta-feira, 11, em defesa pagamento do piso salarial do magistério na carreira.

A categoria decidiu entrar em greve após diversas tentativas de negociação com a prefeitura. O prefeito do município, Antônio Rodrigues (PP), não recebeu os trabalhadores para conversar uma única vez. Ele está preso por suspeita de corrupção na Operação Mensageiro. Há suspeita de fraude em licitação, corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro na investigação.

“Baseado neste acontecimento, não fica difícil concluir que o gestor municipal não investe o dinheiro público onde deveria. É preciso investigar e punir, caso as suspeitas se confirmem. O prefeito é o responsável pelos recursos do município. Como pode estar preso com todas essas suspeitas e, ainda por cima, não pagar os seus servidores? Que vergonha, Antônio!”, lamentou Sueli.

A educação pública brasileira merece ser olhada com prioridade por parte dos governos federal, estadual e municipal. Nos últimos anos, os profissionais da educação vinham sendo tratados com desrespeito e descaso. Valorizar os servidores deve ser tarefa constante dos gestores, até porque os trabalhadores seguem recebendo os menores vencimentos entre os países pesquisados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Vale destacar também que a instituição do piso salarial foi um passo fundamental no processo de valorização do magistério da educação básica e está prevista na Constituição Federal. Portanto, é um direito da categoria e deve ser respeitado.

Na visão de Sueli, “somente valorizando e respeitando os trabalhadores da educação é que se solidifica uma educação pública de qualidade. Portanto, nós, da Federação, viemos acompanhar esta luta de perto e seguiremos firmes no apoio desta greve até alcançarmos o pagamento do piso do magistério a todos os servidores.”  

#Pisodomagisterio #Pisonacionaldomagisterio #Sindbarra #Barradosul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

18 + 7 =