Fetram/SC presente na Plenária Nacional dos Servidores Municipais, em Brasília

postado em: NOTÍCIAS | 0

Atividade foi aberta com uma análise da atual conjuntura nacional. Também houve o lançamento da Campanha Salarial 2023 dos trabalhadores do setor

 

 

A Confetam/CUT promoveu, na última segunda-feira, dia 2, em Brasília, a Plenária Nacional dos Servidores Municipais. Uma delegação da Federação dos Trabalhadores Municipais de Santa Catarina (Fetram/SC) esteve presente no evento. Sueli Adriano, que é presidenta da Fetram/SC e Secretária LGBTQIA+ da Confederação, apresentou sua Secretaria e os trabalhos realizados pelos coletivos em prol de representação e inclusão dos servidores municipais por meio das federações e sindicatos.

A Plenária teve como tema “As esperanças e os desafios do serviço público na reconstrução do Brasil” e iniciou com uma análise da atual conjuntura nacional feita pela presidenta da entidade, Jucélia Vargas, pela vice-presidenta, Cicera Batista, pelo secretário adjunto de Comunicação, Vlamir de Lima,  e pela deputada estadual Divaneide Basílio (PT/RN).

Na avaliação de Jucélia, estar em Brasília nos últimos dias e finalizar com a plenária dos municipais ‘enche os corações de esperança’, fortalecendo a união e a organização da categoria. “Iniciamos 2023 em luta”, disse ela. 

O evento prosseguiu com a mesa “Ações Coletivas para os Servidores Municipais”, com a participação de Antônio Megale e Laís Carmo, assessores jurídicos da Confetam/CUT, e os dirigentes da entidade Silvana Piroli e Paulo Freitas.

Campanha salarial 2023

Na Plenária Nacional também foi lançada a Campanha Salarial 2023 dos trabalhadores municipais, com o slogan: “Valorize quem cuida de você: Reajuste, pisos e carreira já!”

A presidenta da Confetam-CUT, explica que a escolha do slogan demonstra a prioridade de cuidar dos servidores públicos municipais, que tanto fazem nas cidades e, em boa parte das vezes, não são valorizados. “O servidor quer reajuste pois seus salários estão defasados. Quer um piso justo e carreira para que ele possa entregar à sociedade um serviço de qualidade. Por isso, valorizá-los, com a devolução de direitos usurpados, como os trabalhistas e previdenciários, e com a promoção de melhores condições de trabalho, pisos, reajustes dignos e carreira, é garantir uma sociedade melhor para os e as brasileiros, sem exceção”, ressaltou.

Com informações Assessoria Confetam-CUT e edição Fetram-SC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze − um =