São José: Sem nenhum avanço na proposta da Prefeitura, servidores seguem em greve

postado em: NOTÍCIAS | 0

Primeiro dia de paralisação das atividades foi marcado por falas expressando o descontentamento dos servidores com o Executivo

O frio não impediu que os servidores públicos municipais de São José lotassem mais uma assembleia, realizada na manhã da terça-feira, 31, no auditório do Centro Multiuso de São José para avaliar a resposta da Prefeitura sobre as reivindicações da categoria.

Após a direção do Sintram/SJ apresentar o retorno da Prefeitura, sem nenhum avanço nas propostas, a categoria decidiu seguir com a greve. Neste primeiro dia de paralisação das atividades, os servidores expressaram em suas falas total descontentamento com o Executivo.

A médica de família que atua na UBS Bela Vista, Cláudia Azibeiro Pomar, contou que são poucos os médicos que estão na assembleia porque muitos sentem medo de ter dias descontados. “É triste saber que há muitos colegas em seus locais de trabalho hoje, mas gostariam de estar aqui conosco.” A servidora também destacou que os profissionais estão sobrecarregados e com a saúde mental afetada. “Com a pandemia, estamos adoecendo cada vez mais”, relatou.

O professor paranaense Gustavo Kerntopf, que atua nas escolas Interativo Floresta e Governador Vilson Kleinubing, afirmou estar frustrado com a escolha de vir trabalhar em São José. “No Paraná, poderia estar ganhando um plano de carreira após os três anos iniciais. Infelizmente, estou aqui decepcionado. Eu não falto ao trabalho, não tenho atestados, mas estou saturado, cansado, dormindo sempre com dor de cabeça e me sentindo pressionado. Por enquanto, estou em greve. Sou sozinho, meu pai está desempregado. Eu não quero parar, mas eu preciso ser valorizado, assim como meus colegas.”

Após as falas dos servidores, a direção do Sintram-SJ ressaltou que o prefeito mente ao dizer que os serviços estão ocorrendo normalmente, até porque mais de mil servidores da saúde, da educação e da assistência social estavam na assembleia. O Comando de Greve aguarda uma reunião com o prefeito e a partir de uma nova proposta discutir uma saída para a greve. Os servidores merecem mais do que o reajuste do último ano. A pauta vai muito além da questão financeira, com chamamento dos concursos abertos já! 

Queremos valorização de fato. Estamos cansados desse faz de conta!

Servidores e servidoras, agora, mais do que nunca, É HORA DE LUTAR PARA CONQUISTAR!

Para ter acesso à proposta da Prefeitura na íntegra, que foi rejeitada pela categoria, clique AQUI.

#SintramSJ #GreveGeral #DataBase2022 #AssembleiaGeral

Confira imagens na galeria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

seis − 1 =