Joinville: Sinsej denuncia medida “desastrosa” de terceirização da merenda escolar no município

postado em: NOTÍCIAS | 0
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

A presidenta do Sinsej, Jane Becker, publicou vídeo nas redes sociais do sindicato nesta semana, denunciando a terceirização do fornecimento de merenda escolar nas unidades de ensino do município de Joinville, o que ela chamou de “medida desastrada implantada pelo prefeito Adriano, do Partido Novo.

Conforme denúncia da dirigente, as cozinheiras efetivas foram colocadas em desvio de função. Além disso, as profissionais contratadas pela empresa terceirizada não dão conta do trabalho e abandonam o serviço.

“Virou um caos”, ressalta a presidenta do Sinsej. “Os alunos enfrentam filas e, além disso, só podem repetir o alimento uma única vez. Se o aluno perder o cartão, ele pode ficar sem alimentação. O prefeito Adriano desconsidera que muitas das crianças só têm a refeição na escola”, diz ela.

A direção do Sinsej está chamando os pais, alunos e profissionais do magistério a participarem da reunião da Comissão de Educação na Câmara de Vereadores, no dia 10 de outubro, às 14 horas, para iniciar o debate e exigir a retirada imediata da terceirização e a volta das cozinheiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze + dez =